Impressora 3d sem filamento

Eletrônica
Setores: Meio Ambiente/TIC/Bens de Capital
Região Serrana
2

Oportunidade/Desafio

Um dos problemas da impressão 3d é o engasgo dos filamentos que são os insumos de produção de peças, geralmente em ABS. Outro inconveniente dos filamentos é seu preço, rondando por 120 Reais o quilo. Por último o baixo reaproveitamento do material perdido, que é destinado ao lixo.

Nossa impressora conta com uma solução que resolve todos os problemas além de possibilitar a utilização de plastico granulado a um custo de 7 a 15 Reais por quilo, podemos também através de um triturador de plastico utilizar garrafas pet entre outros plásticos para a utilização na impressora a um custo zero em termos de filamento.


Solução Proposta

Fornecer um modelo de impressora 3d sem filamento visando a economia, reutilização e reciclagem direta, contribuindo assim com o meio ambiente e mitigando os problemas decorrentes da utilização de filamento.


Grau de maturidade da solução

Protótipo finalizado


Diferencial Inovativo

Texto publicado com autorização.

O plástico granulado é colocado em um reservatório acima na extrusora. Um sistema peristáltico de dosagem controlado por um sensor de nível repõe o plastico fundido na cuba térmica com barreira térmica de vidro. Logo abaixo da cuba existe uma bomba de descolocamento positivo de parafuso que dosa o plastico fundido para impressão, esta bomba é controlada pelo motor de passos acoplado e isolado termicamente por uma barreira de teflon-silicone-correia; o que existe é bom, mas no caso desta abordagem temos uma economia enorme de recursos naturais e uma redução de custos da ordem de 90% podendo chegar a 100%

Grau de inovação da solução:

Incremental, refletindo melhorias em produtos, serviços ou processos já existentes.
3 versões postadas
Ultima versão 1.2 postada em 02/11/2017 às 09:35

Cadastre-se para poder interagir com os empreendedores